Home/Centro Interpretativo Marvila Beato

Transcrição | Entrevistado 7 | Orlando Vaz

2020-03-31T16:17:56+01:00

O Sr. Orlando contou-nos que, durante o verão, muitos lisboetas aproveitavam os domingos para frequentar a praia e o campo. Havia a praia da Marabana, junto a Xabregas e a Praia da Cruz Quebrada. A [...]

Transcrição | Entrevistado 7 | Orlando Vaz2020-03-31T16:17:56+01:00

Vídeo | Nascer e crescer na Vila Dias

2020-04-01T21:23:02+01:00

A D. Dioguina vive há quase 87 anos na Vila Dias, onde nasceu, em casa. Já o seu pai também tinha nascido naquela Vila Operária situada na freguesia do Beato. Conta-nos como, durante a sua [...]

Vídeo | Nascer e crescer na Vila Dias2020-04-01T21:23:02+01:00

Vídeo | “As casas são do povo e o povo quer as chaves”

2020-03-31T16:19:33+01:00

  Victor Vieira conta como, após a ocupação espontânea de casas em Chelas logo após o 25 de abril de 1974, os ocupantes se organizaram numa comissão e conseguiram assegurar a legalização das suas casas. [...]

Vídeo | “As casas são do povo e o povo quer as chaves”2020-03-31T16:19:33+01:00

Vídeo | O Oriental e a política

2020-03-31T16:20:13+01:00

  José Fonseca de Sousa fala-nos do Clube Oriental de Lisboa (ao qual está ligado há muitos anos) e das especulações que se faziam sobre as ligações políticas deste clube e até sobre o seu [...]

Vídeo | O Oriental e a política2020-03-31T16:20:13+01:00

Vídeo | Tia Maria Rosa, a parteira do Bairro Chinês

2020-03-31T16:24:29+01:00

  O "Bairro Chinês" era um dos maiores bairros de barracas de Lisboa. Construído a partir dos anos 30 (por migrantes vindos do norte do país para trabalhar nas fábricas de Marvila e do Beato), [...]

Vídeo | Tia Maria Rosa, a parteira do Bairro Chinês2020-03-31T16:24:29+01:00

Vídeo | Trabalho infantil clandestino na Lisboa do anos 60

2020-03-31T16:25:08+01:00

  José Augusto Silva, natural do concelho de Castro Daire, começou a trabalhar em Lisboa, clandestinamente, aos 13 anos. Neste vídeo conta como se tinha de esconder quando a polícia, por qualquer motivo, visitava a [...]

Vídeo | Trabalho infantil clandestino na Lisboa do anos 602020-03-31T16:25:08+01:00

Vídeo | Trabalhar numa capelista aos 10 anos de idade”

2020-03-31T16:26:41+01:00

Silvana Gordo conta como veio para Lisboa, aos 10 anos de idade, trabalhar numa capelista (atual retrosaria) na Estrada de Chelas. Além do trabalho ao balcão, a patroa mandava-a fazer compras na Baixa e, no [...]

Vídeo | Trabalhar numa capelista aos 10 anos de idade”2020-03-31T16:26:41+01:00

ATIVIDADES E EVENTOS MAIS RECENTES

Go to Top